Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Parte do dia. ( dia 10)

(Foto da autoria do meu N. tirada no Alentejo)

 

Esta é difícil... não tenho um momento do dia preferido. Gosto do meio da manhã, gosto do entardecer quando estou a chegar a casa e adoro aquela parte da noite quando é hora de ir para a cama.

 

Depois há momentos de momentos do dia em que fomos/somos felizes. Por exemplo, adoro aquelas noites de lua cheia em que da janela da cozinha do meu castelo altaneiro, observo a lua em toda a sua plenitude e ao esticar o braço, quase lhe toco. Adoro o amanhecer e o chilrear dos passarinhos na minha chaminé. Adoro o fim da tarde quando o tempo aquece e a magnólia da minha rua enfeita o ar com o seu delicioso perfume.

Sob uma lua alentejana.

Estas fotos são fresquinhas, fresquinhas. Acabadas de tirar no Alentejo. E é assim que a "Superlua"* ilumina as ruas do meu querido Alentejo.

 

 

 

 

 

 

*Todos os 27,3 dias a Lua dá uma volta completa em torno da Terra. Como a órbita não desenha uma circunferência, mas uma elipse, a distância entre o satélite natural e o planeta varia todos os meses cerca de 7%, entre um mínimo, 356 574 quilómetros (perigeu) e um máximo, 406 731 km (apogeu). O termo "superlua" surgiu em 1979, num artigo publicado pelo astrólogo norte-americano Richard Nolle.